quinta-feira, 28 de agosto de 2014

.Paula Gascón.


Neste último sábado, fui madrinha no casamento de meu cunhado e quando soube que poderia escolher a cor que quisesse para o vestido, contanto que não fosse preto e obviamente, branco, comecei a procurar um modelo que fosse acima de tudo confortável e que eu pudesse usar com um salto médio ou baixo. Salto fino e alto é lindo, mas, só consigo usar por um bom tempo se ficar sentada. Não é pra mim e nunca consegui me acostumar.

Acho que quem já foi madrinha ou teve que usar um vestido longo de festa, sabe que é bem difícil de encontrar um modelo bonito e de uma cor legal, que fique perfeito no corpo e ainda com um bom preço. Pensando em tudo isso e após uma mega pesquisa do que eu realmente queria usar, recorri a uma pessoa que amo muito e que tem um talento imenso, como pouquíssimas na lida de desenvolver peças de moda festa e figurinos de teatro e ópera: minha amiga querida e já bem conhecida por aqui, Paula Gascón

Nada melhor do que uma roupa sob medida, ainda mais, quando você sabe quem consegue fazer, entender e aprimorar o que você de fato deseja. A Paula é estilista de formação, assim como eu, mas, diferente de mim, praticamente cresceu em um atelier de costura, onde sua avó, uma pessoa primorosa no assunto "modelagem e costura", a instruiu neste ofício tão lindo e que faz parte de nossa profissão. Ouvir a avó dela, Dona Maria Luisa, dizer como ama o que faz e sobre muitas de suas histórias em seus longos anos trabalhando com moda, é um baita ensinamento. Um prazer tê-las em minha vida!

Voltando à minha escolha e à de minha sogra, que também fez seu vestido com a Paula. Depois de pesquisar bastante e ficar em dúvida entre um vestido leve, clean, de mangas raglan (meu modelo de manga predileto) e outro com vários recortes na parte de cima e manga longa, ambos em um shape levemente sereia, optei por aquele que tinha mais a ver com a ocasião "casamento à tarde e no campo": o primeiro descrito.

Já minha sogra, mãe do noivo, escolheu um vestido com recortes na parte superior, que mais pareciam desenhos art nouveau e com um tule escuro sobrepondo uma base neutra e mais ajustada ao corpo. Vale dizer que, antes de termos certeza absoluta dos modelos que queríamos, fomos atrás dos tecidos, já sabendo das adaptações que faríamos nos vestidos. É sempre bom dar uma olhada no que o mercado nos proporciona antes de fecharmos um negócio com uma modelista/atelier. O que mais se encontra por aí, são vestidos longos de festa feitos em tecidos errados, o que não ajuda em nada o caimento perfeito na hora de vesti-los.

No final do ano, a Paula vai lançar sua primeira linha de vestidos longos e curtos de festa, mas, pra quem quiser desenvolver algum modelo exclusivo com ela, é só entrar em contato: paula.gascon@gmail.com

Eu indico! O trabalho dela é excelente! :)



Batom maravilhoso que vi a Fabíola usando, morri de amores e comprei também: Fucsia Matte, da Avon.







segunda-feira, 25 de agosto de 2014

.Ryan Schude - Them & Theirs.

Kestrin Pantera com sua Mercedes Benz 450 SL / Ano 1976. Burbank, Califórnia.

Ryan Schude, fotógrafo americano residente em Los Angeles, imprime em seus trabalhos aspectos de sua personalidade nada conservadora, de veia cômica e cheia de ironia. Além se uma super técnica e muito bom gosto para cores e mistura de texturas.

Faz tempo que queria postar algo dele por aqui, pois gosto demais das fotografias dele! Mas, estava esperando ele postar uma série que tivesse alguma relação com moda e com o blog. E aqui está. Em "Them & Theirs", um projeto aberto em constante andamento, Ryan mostra como o estilo e a personalidade de muitas pessoas, refletem em suas escolhas na hora de adquirirem um carro. Olhem que legal o resultado! Vejam as demais fotos deste trabalho, clicando aqui.

Emily Caldwell com seu Chevy Corvair / Ano 1963. Malibu, Califórnia, 2013.

Amelia Parks e seu Ford Falcon / Ano 1963. Los Angeles, 2014.

Isac Walter, Emily Shur e Baroness (a bulldog linda) com o Volkswagen Notchback / Ano 1964. Los Angeles.

Katie Stratton e seu Ford Falcon / Ano 1961. Glendale, Califórnia, 2014.

Magdalena Wosinska e seu Chevrolet Chevelle / Ano 1969. Los Angeles, 2014.

Matt Hummel com seu Porsche 356 Coupe / Ano 1956. Malibu, California, 2014.

Megan McIsaac e Jean-Paul Jenkins com o Toyota Dolphin / Ano 1970. Los Angeles.

Laura SfezLulu com o Mini Cooper / Ano 2011. Los Angeles.

Mark Mothersbaugh e sua Mercedes-Benz 190 SL / Ano 1958. West Hollywood, Califórnia, 2014.

Sven Barth com seu GMC Suburban / Ano 1985. Los Angeles.

Zack Stratis e sua Mercedes 300D / Ano 1976. Glendale, Califórnia.

Nicole Dreyfuss com seu Volkswagen 411 Squareback / Ano 1971. Burbank, Califórnia, 2014.

Adi Goodrich e o Chevy Cavalier / Ano 1988. Glendale, Califórnia.

Forrest Kahlil Perrine e sua Pickup Toyota / Ano 1983. Los Angeles, 2013.

Julia Galdo e Cody Cloud com a Mercedes-Benz 300D / Ano 1985. West Hollywood, Califórnia, 2013.

Shelby Duncan e seu Chrysler Lebaron / Ano 1987. West Hollywood, Califórnia, 2013.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

.Ricardo Solis.

Ties.

Uma das coisas que mais gosto de desenhar são animais e quando conheço o trabalho de pessoas que fazem isso com maestria e criatividade, fico um bom tempo pesquisando sobre o artista em questão. Neste caso, as ilustrações lindíssimas do mexicano Ricardo Solis. Ele se formou em Artes Visuais e já participou de diversas exposições nacionais de seu país e pelo mundo afora.

Desde criança, já era nítida sua paixão pela arte e pela natureza e é exatamente a mistura de ambas que compõe tão bem suas obras. A maneira como ele deixa o "inacabado", somente a traços de grafite e completa o restante usando o hiperrealismo como seu estilo preferencial, demonstra a profundidade de sua criação. Suas artes são baseadas em realidades surreais: cheias de balões e barcos voadores que carregam os materiais de trabalho que irão compor os grandiosos animais e diversos pequenos personagens que interagem e constroem a temática principal diante de nós. Ricardo trabalha principalmente com tinta a óleo e nanquim.

É um trabalho lindo e acho difícil alguém não ficar apaixonado. Para conhecer mais e ter a possibilidade de comprar giglês de suas obras, clique aqui.

Love For The Dogs.

The Big Monument.

Dressing The Zebra.

Lunary Atraction.

Fragile Balance.

Terracotta Warrior.

Color War.

Red Chilli Bird.

Swimming Upstream.


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

.Côte d'Azur.


Côte d'Azur, editorial para a 25ª edição da Schön! magazine é de abrir a boca de tão legal, divertido e lindo. Clicado pela dupla Julia Galdo & Cody Cloud, com styling de Jimi Urquiaga e cenário de Adi Goodrich, é cheio de cores contrastantes, estampas, texturas e super acessórios. Tudo o que amo loucamente e não me canso de olhar.










Site: www.schonmagazine.com